Se Vira Nos 30 #Outubro

Novembro chegou ao fim, foi um mês bom em alguns aspectos e não tão bom em outros, mas, nada de ficar chateado por não conseguir tanto o quanto gostaria não é mesmo? Vem conferir o que aconteceu por aqui mês passado.



Baki Hanma, eu comecei a ver esse anime despretensiosamente, mas, fiquei foi bem surpreso com ele me prendeu e acabei basicamente vendo ele todo de uma vez só, simplesmente muito bom, estou ansioso para a próxima temporada, de toda forma tem outros animes do mesmo personagem na Netflix. Disponível na Netflix.

Finalmente terminei a terceira temporada de Final Space e estou bem triste que a animação foi cancelada, ela ainda tinha muito a oferecer, literalmente o autor idealizou a série com 5 temporadas, espero que algum canal, ou a própria Netflix salve a série. Disponível na Netflix.

A Netflix liberou a segunda parte da primeira temporada de Gokushufudou: Tatsu Imortal e é basicamente impossível não se apaixonar por esse personagem, os episódios são tão bons quanto os da primeira parte, espero que novos episódios estejam por vir!! Disponível na Netflix.

What... If?, comecei a ver essa belezinha num momento de tédio e gente como eu adorei essa animação, a Marvel mandou muito bem com as escolhas de histórias e como tudo acaba se interligando, esperando ansiosamente pela segunda temporada. Disponível no Disney+.

Centaurworld o que está acontecendo com essas animações que iniciam parecendo que tudo é bobinho e quando passa do terceiro capítulo já tá dando na nossa cora com plot doloridos e com um roteiro incrível, amei essa série espero que receba uma segunda temporada. Disponível no Netflix.

Comecei a ver Maya and the Three, porque acabei vendo um trailer dele quando abri o app da Netflix no telefone, achei interessante a premissa da princesa que queria ser guerreira, minha gente a animação é incrível, mas, parece que quem escreveu é amigo de George R.R. Martin, mas é perfeito ainda assim. Disponível na Netflix.

Wizards: Tales of Arcadia, comecei a ver essa animação e nem imaginei que na verdade ela é um dos três arcos de todo um universo, adorei demais essa animação e já vi o filme que finaliza os três arcos, mas, não tenho a intenção de ver os dois arcos anteriores já que entendi tudo com essa série mais o filme. Disponível na Netflix.


Finalmente saiu o filme The Seven Deadly Sins: Cursed by Light, sinceramente não sabia o que ele iria tratar, né? Porque o anime fecha de forma bem concisa, mas, acabei bem surpreendido pelo filme e pelo que ele trabalhou, ansioso pelo que está por vir. Disponível na Netflix.

Eu amo Pokémon e tem um bom tempo que estava esperando o lançamento de Pokémon the Movie: Secrets of the Jungle (Pokémon O Filme: Segredos da Selva) claramente esse filme não traz nada de muito novo em questão de roteiro, mas, até traz umas coisas interessante no fim das contas, o filme é bem divertido e pra quem ama Pokémon com toda a certeza vale muito a pena assistir. Disponível na Netflix.

Bright: Samurai Soul ver esse filme foi estranho, eu vi um trailer e achei interessante, ai eu vi o filme, achei ele bem mediano para ser sincero, mas, tudo ficou pior quando descobri que ele é uma versão oriental do filme Bright aquele com o Will Smith, o filme ficou ainda mais ruim pra mim. Disponível na Netflix.

Eu estava muito ansioso para ver Free Guy (Free Guy: Assumindo o Controle), a premissa do filme era interessante e para ser sincero ele realmente me entregou um ótimo filme, na verdade foi o melhor filme que eu assisti no mês de outubro.  Não disponível em Streaming.

Birds of Prey: and the Fantabulous Emancipation of One Harley Quinn (Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa) saiu ano passado e ainda não tinha visto, decidi corrigir isso, não sabia bem o que esperar do filme, na verdade sabia, mas, ele não me entregou o que eu esperava e ainda assim conseguiu ser um filme muito bom e divertido!! Disponível na HBO Max.

Também conferi The Suicide Squad (O Esquadrão Suicida) e que filme bom! Incrível como tudo nele está no ponto para não acabar exagerado, sem dúvidas os pontos fortes são Margot, Idris e a deusa Viola. Mal posso esperar para reencontrar esses personagens novamente, bom, os que sobraram kkkkk Disponível na HBO Max.

Eu comecei a ver Trollhunters: Rise of the Titans (Caçadores de Trolls: A Ascensão dos Titãs) achando que era um episódio de outra temporada da animação que estava vendo, porém era um filme que finaliza a série, no fim foi bom ter visto o filme, clichê e previsível, mas, muito divertido! Disponível na Netflix.


Melhor LeituraPara Sempre Interrompido, Mesmo não sendo o melhor livro da Taylor Sem dúvidas foi uma leitura muito boa.

Sobre as LeiturasBlackout, tive alguns problemas com a leitura desse livro, ela foi boa, mas não gostei tanto da forma como o livro foi arganizado, ainda não escrevi a resenha por isso o livro está sem classificação.

Leitura Não Finalizada: Iniciei a leitura de Um Homem Só e não consegui finalizar a leitura antes do mês acabar.


Em outubro eu li 576 páginas, estou tentando levar numa boa essa queda em minha quantidade de leituras em outubro, vamos ver o que novembro tem a oferecer!

CONVERSATION

2 comments:

  1. Olá,
    De tudo eu só assisti Tatsu (amo muito este anime), e fiquei curiosa com alguns outros que você indicou. Sobre os livros eu li Blackout e o formato foi justamente uma das coisas que gostei, e achei alguns contos muito bons!

    ResponderExcluir
  2. Oi Alisson, tudo bem?
    Suas leituras podem ter caído, mas você conseguiu assistir muita coisa diferente, entre séries, filmes, animações e animes. Eu acho isso muito legal. Já anotei algumas indicações que eu não conhecia. Fiquei curiosa sobre sua opinião para o livro Blackout, quero ler sua resenha.
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar o blog! Espero que tenha gostado do post e que deixe um comentário com suas impressões sobre o texto.

Você tem um blog? Não esquece de deixar seu link para que eu possa visitar seu blog.

IMPORTANTE
Os comentários publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores e não refletem a opinião do blogueiro.